Web Design versus Graphic Design

Web Design versus Graphic Design

Tipos de design diferentes requerem competências diferentes

A grande procura por cursos nas universidades refletem o interesse pelo “design” como campo de atuação. O termo “design” batiza um conjunto de atividades que contribuem para a funcionalidade, beleza e estética visual. A exemplo das modernas profissões como “eyebrow design” ou “cake design”, entre tantas outras, há diversas possibilidades de especialização disponíveis nos cursos de formação para profissionais de design. 

Este infográfico bem humorado publicado no blog deviantART, ilustra os diferentes tipos de design ou designers: infográfico.

Esta diversidade de especializações também gera alguma confusão com referência às habilidades necessárias para executar cada tipo de design. Isto ocorre porque o conjunto de conhecimentos entre um ofício e outro pode diferir completamente. Em anúncios de empregos é comum encontrar um descritivo à procura por um web designer que tenha conhecimentos em mídia impressa ou de um designer gráfico que tenha conhecimentos em vídeo e animação 3D. Certamente muitos designers aprenderam a ampliar os seus conhecimentos para novas especialidades, mas, na prática, cada tipo de design requer um conjunto de conhecimentos e competências bastante específicos.

Apresento 6 diferenças importantes a serem consideradas ao se elaborar um projeto de web e um projeto gráfico:

1. CORREÇÕES

No mundo da web, eventuais correções são muito rápidas de serem realizadas. No mundo dos impressos, as correções podem ser caras e implicar no completo descarte do material impresso em gráfica e implicar em nova execução do trabalho.

2. SOFTWARES

Em projetos web, os softwares mais comumente usados são o Adobe Dreamweaver, Flash, Fireworks, Photoshop, entre tantos outros. Em projetos gráficos, usa-se, conforme a complexidade do projeto, um programa de edição de imagens (Adobe Photoshop), um paginador (Adobe InDesign) e um programa para desenhos vetoriais (Adobe Illustrator ou Corel Draw).

3. DIMENSÕES

Na construção de páginas para a web, o comprimento de páginas é flexível e pode ser aumentado para acomodar o conteúdo e ser acessado através da barra de rolagem. Na editoração de páginas impressas ou qualquer outra peça gráfica, é imprescindível estabelecer as dimensões exatas antes de iniciar o trabalho. Quaisquer alterações no formato final podem implicar em refazer todo o trabalho.

4. PADRÃO DE COR

As cores aditivas (cores luz) são usadas na web no padrão de cor RGB ou hexadecimal. O resultado da cor é a mesma que se vê na tela do monitor. As cores subtrativas (tinta) são usadas na impressão no padrão CMYK. Trata-se de uma composição de quatro cores (ciano, magenta, amarelo e preto) que são impressas em camadas sobrepostas sobre a superfície do papel. O número de cores utilizado influencia nos custos de impressão. O resultado das cores impressas são diferentes das cores do arquivo digital na tela do monitor.

Cores Aditivas

Cores Aditivas

Cores Subtrativas

Cores Subtrativas

5. RESOLUÇÃO DE IMAGENS

A resolução aceitável para imagens para uso na web é de 72 dpi. Imagens de impressão devem apresentar uma resolução de 300 dpi em seu formato final. O redimensionamento das imagens altera a resolução original e pode comprometer o resultado final na impressão.

6. TAMANHO DE TEXTO

Para garantir a impressão e legibilidade do texto impresso, recomenda-se o tamanho de fontes acima de 7 ou 8 pontos. Se o texto for na cor preto, recomenda-se aplicar 100% de preto (K=100). A aplicação de preto composto, ou seja, em quadricromia (CMYK) em textos de tamanhos reduzidos pode comprometer a qualidade de impressão e a legibilidade do conteúdo.

Quais outros aspectos você julga importantes na realização de projetos gráficos e projetos para a web?  Deixe seu comentário.

Fontes: imagens Wikipedia

0 Comments

Add Your Comment:

Validação * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.